Estatística em Laboratório e Validação de Métodos de Ensaios Analíticos


data

29 e 30 de Agosto

objetivo

Treinamento em estatística para Laboratórios incluindo Validação de Métodos de Ensaios Analíticos, técnicas de validação, manuseio e calibração de equipamentos, vidrarias e produtos químicos utilizados nos ensaios.

O treinamento tem como objetivo, demonstrar formas simples, rápidas e robustas para avaliar estatisticamente os resultados de ensaios analíticos e de validar métodos de ensaio, apresentando métodos práticos de cálculos para os principais parâmetros de validação e toda a documentação envolvida. Visa também a conscientização dos participantes para a importância dos trabalhos de validação de métodos de ensaios.

programa

      Introdução à Metrologia
      Histórico
      Introdução à Validação de Metodologia
      Definições, Porque validar? O que validar? Requisitos e Critérios de Validação, Revalidação de métodos analíticos, Planejamento de validação, Protocolos de validação
      Integração da Validação aos Sistemas de Qualidade
      Conceitos de Estatística Básica aplicados à Validação Analítica
      Validação e a NBR ISO/IEC 17025 - Requisitos da Direção que tratam de validação
                  Análise crítica de pedidos, propostas e contratos
                  Aquisição de serviços e suprimentos
                              Materiais - Principais Cuidados, Vidraria Volumétrica
      Validação e a NBR ISO/IEC 17025 - Requisitos Técnicos
                  Métodos de ensaio e calibração e validação de métodos
                  Equipamentos
                  Rastreabilidade de medição
      Índice de Capacidade de Medição (ICP): aplicação em validação de métodos, treinamentos de analistas e qualificação de equipamentos
                  Garantia da qualidade de resultados de ensaios e calibração
                  Apresentação de Resultados
      Requisitos para Validação de Métodos de Ensaios
      Requisitos para escolha de um método analítico, Ratreabilidade do método analítico
      Legislação e normas sobre validação, Conceitos básicos de validação
      Diretrizes do INMETRO
      Parâmetros e Critérios conforme DOQ-CGCRE-008
      Diretrizes da ANVISA
      Parâmetros e Critérios conforme RDC 166 de 24 de Julho de 2017
      Parâmetros Analíticos para Validação de Métodos – Aplicação dos conceitos estatísticos
      Classificação da Validação segundo o tipo de ensaio analítico
                  Seletividade e Especificidade
                              Testes de hipótese: Teste F (Snedecor) de homogeneidade de variâncias e
                              Teste t (Student) de comparação de médias
                  Linearidade e Faixa de Aplicação
                              Regressão Linear
                              Análise de resíduos - Homocedasticidade
                  Limites de Detecção e Quantificação
                              Teste da Relação sinal-ruído
                              Teste baseado nos parâmetros da curva analítica
                              Teste t (Student) em função do desvio-padrão
      Exatidão
      Materiais de Referência Certificados, Comparação entre Métodos, Adição Padrão e Ensaios de Recuperação
                  Erro relativo, Índice z (z Score)
                  Precisão
                              Desvio Padrão Relativo, ANOVA
                              Repetitividade, Reprodutibilidade e Precisão Intermediária
                  Robustez
                  Incerteza de Medição - Introdução
      Ferramentas Estatísticas para Validação de Métodos Analíticos - Estudos de casos
                  Fluxograma do desenvolvimento e validação de método analítico
      Validação da precisão de métodos analíticos
                  Avaliação de Dispersos – Testes de Dixon e Cochran (teste Q)
      ANOVA
                  Cálculos de somas e médias quadráticas
                  O teste F como critério de aceitação
                  Cálculos dos desvios-padrão
                  Repetitividade e Reprodutibilidade
                  Incerteza na média
                  Expressão do resultado final
                              Comparação de resultados na análise entre laboratórios
                              Situações onde a ANOVA pode ser Aplicada
                  Programas Interlaboratoriais
                  Otimizações – Diagrama de causa e efeito
                  Monitoramento - Cartas de controle
      Documentação de Métodos Validados
                  Estrutura da Documentação do Sistema da Qualidade
                  Controle de registros
                  Procedimentos (Protocolos) de Critérios de Validação
      Procedimentos de Validação
      Conclusão - Resumo das técnicas aplicáveis
      Bibliografia

      Exercícios: desenvolvidos durante todo o treinamento.


metodologia

Discussão dos temas e conceitos com utilização de data-show e flip-chart. Exercícios para fixação

público-alvo

Analistas, técnicos, pesquisadores, supervisores e gerentes que atuam em laboratórios químicos, físico químicos e correlatos, de controle de qualidade e de pesquisa e desenvolvimento, na indústria ou em universidades, que atuam ou pretendem atuar em validação de métodos de ensaios.

instrutor

Prof. MSc. Mery dos Santos Filho

Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9970991487206739

Químico formado pela Universidade Santa Cecília –UNISANTA- Santos. Mestre em Ciências, área de Física e Química de matérias Aeroespaciais, pelo ITA. Professor Universitário para graduação de Laboratório de Química Geral, Análise Instrumental, Bromatologia e Controle de Qualidade. Coordenador da Qualidade, Representante da Administração do Laboratório de Ecotoxicologia da UNISANTA, criou e implantou sistemas de gestão da qualidade segundo as normas NBR ISO 9002:1994 e NBR ISO/IEC 17025:2001/2005. Professor para pós-graduação de Auditoria Ambiental em curso MBA de gestão Ambiental Portuária – CODESP/UNISANTA. Auditor Líder NBR ISO 9001:2000 e ISO/TS 16949:2002 - Sistemas de Gestão da Qualidade - RAB, pela InterAction Plexus. Auditor NBR ISO 14001 – Sistema de Gestão Ambiental – IEMA (RU) e Normas Ambientais do INMETRO, pela Proenco Brasil. Especialista em técnicas espectroscópicas, com mais de 30 anos de experiência em Espectrofotometrias no Infravermelho médio (MID IR), no Infravermelho próximo (NEAR IR) e UV-visível. Especializado em técnicas e desenvolvimentos de Termogravimetria (TG/DTA), Termogravimetria acoplada a Infravermelho (TG/FTIR) e Calorimetria Exploratória Diferencial (DSC). Trabalhou para Oxiteno S/A, Laboratório Nacional de Análises (Receita Federal), CBC Indústrias Pesadas S/A, Bombril S/A Indústria e Comércio, Avon Cosmético LTDA.